Os Top 10 melhores discos da MPB (Música Popular Brasileira)

Durante as décadas de 1960 e 1970 a Música Popular Brasileira fez grande sucesso e mudou a forma de fazer música no Brasil.

Muitos artistas da época lançaram trabalhos que hoje são conhecidos por sua grandiosidade e qualidade como melhores discos da MPB.

Venha saber quais são os 10 melhores discos da MPB.

 

Acabou Chorare – Novos Baianos

O segundo álbum gravado em estúdio do grupo foi lançado em 1972.

O destaque aqui vai para a grande diversidade de estilos musicais presentes no disco, com misturas de rock, bossa nova, samba, entre outros.

Acabou Chorare

Tropicália ou Panis et Circenses – Vários artistas

Caetano Veloso, Gal Costa e Gilberto Gil foram alguns dos que fizeram parte do projeto, assim como o grupo Os Mutantes.

A ideia do álbum veio após o sucesso que muitos artistas do MPB fizeram no Festival de Música Popular Brasileira.

Este disco foi criado trazendo as propostas do tropicalismo (movimento musical) em suas faixas e, por isso, foi muito importante para a cultura musical brasileira.

Tropicália

Construção – Chico Buarque

 

Feito durante o fim do exílio que o cantor passava na Europa por conta de suas críticas ao governo militar vigente no Brasil na década de 1960, o disco também é recheado de críticas contra o Ditadura.

O disco foi lançado em 1971 e a faixa de maior sucesso leva o mesmo nome do disco.

Construção

Chega de Saudade – João Gilberto

Foi o primeiro disco do cantor e foi lançado em 1959.

A faixa que leva o mesmo nome que o álbum foi escrita por Antônio Carlos Jobim e Vinícius de Moraes e fez grande sucesso, levando ao sucesso de João Gilberto.

Chega de Saudade

Secos e Molhados – Secos e Molhados

Foi o primeiro álbum do grupo de mesmo nome e teve seu lançamento em 1973.

João Ricardo, Gérson Conrad e Ney Matogrosso trouxeram novos gêneros musicais ao Brasil, como o pop psicodélico.

Assim como outros artistas, Secos e Molhados também fazia críticas a questões da sociedade brasileira e do mundo.

Secos e Molhados

A Tábua de Esmeralda – Jorge Ben

Já com grande carreira na música, Jorge Ben lançou este disco em 1972, sendo seu décimo primeiro álbum.

Segundo os críticos de música, este trabalho é o principal do cantor por trazer melodias novas e imprevisíveis, aumentando a qualidade de seu trabalho.

A tábua de esmeralda

Clube da Esquina – Milton Nascimento e Lô Borges

Sua qualidade nas composições e nas melodias chamaram atenção dos críticos e, por isso, foi considerado um dos melhores discos do MPB, além, claro, do engajamento das músicas.

O disco é de 1972 e foi feito pelo grupo Clube da Esquina, apesar de levar a autoria de apenas dois de seus integrantes, Milton Nascimento e Lô Borges.

Clube da esquina

Cartola – Cartola

O sambista Cartola lançou seu primeiro disco em 1976, já com 65 anos de idade.

Importantíssimo para a música brasileira, o disco traz uma coleção de importantes músicas da carreira do artista, como “Alvorada” e “Tive Sim”.

Cartola

Os Mutantes – Os Mutantes

O grupo Os Mutantes foram um dos principais e mais importantes do tropicalismo.

Assim como mandava os ideais do movimento cultural Tropicália, o primeiro disco do grupo, lançado em 1968, trouxe uma grande mistura de estilos, principalmente com influência norte-americana, como o rock psicodélico e experimental.

Os mutantes

Transa – Caetano Veloso

Lançado em 1972, o disco foi feto enquanto o cantor estava em exílio na Europa.

Também com críticas contra o governo militar vigente no país na época, o LP se tornou marco da MPB.

Transa

0 comments